Identificando tendências de moda pela internet

A internet é uma ferramenta poderosa para adquirir conhecimento, pesquisar informações e dados, aprender novas coisas e, por quê não, prever tendências de mercado? Saiba como utilizá-la de forma inteligente e estratégica para a sua marca e produtos.

Postado no dia em Mercado

Mercado

A internet é uma ferramenta poderosa para adquirir conhecimento, pesquisar informações e dados, aprender novas coisas e, por quê não, prever tendências de mercado?

Moda é um assunto bastante requisitado mundialmente, e portanto, a Google, gigante em tecnologia e internet, não poderia deixar de contribuir com o movimento. Quer saber como aproveitá-la para ter novas ideias e saber as tendências de moda para adequar o seu negócio com o mercado? Então saiba como:

A Google tem uma poderosa rede de informações em mãos, a chamada Big Data, que é a quantidade de informação monitorada e identificada a partir dos dados utilizados pelos usuários nos mecanismos de busca. Não há fonte de informação mais real, verdadeira e assertiva que esta, não é mesmo?

As tendências que empresas e sites especializados em moda e estilo apontam, podem ser muito bem consideradas, é claro, pois são estudadas por especialistas. Mas que as informações apresentadas pela Google são mais poderosas e relevantes, não há como discordar.

A partir das pesquisas dos internautas, a Google lançou um relatório de tendências de moda para Primavera 2015, que você pode conferir clicando aqui. Está em inglês, mas tem bastante informação que pode ser facilmente traduzido por dedução.

Esta mecânica de pesquisar o volume de buscas por palavras-chave antes de definir produções, coleções, modelos, entre outras escolhas, é uma forma de previsão de tendências de moda de muitas empresas do setor que têm pressa e agilidade e precisam da informação já organizada o quanto antes.

DICA: antes de lançar novos produtos ou coleções de moda, realize uma boa e ampla pesquisa de mercado e de consumo pela internet e com os dados disponibilizados pela Google.

Não é só tendência que a Google quer te mostrar! Além de apontar o que vem por aí de novidade nas passarelas e nas sacolas de compra dos consumidores, o relatório também aponta o que está saindo de moda, que consumidores não usam ou compram mais. Estes dados são divididos em grupos de crescimento ou declínio estável, sazonal e em picos.

Como interpretar o relatório e as pesquisas por palavras-chave?

3+google-report-relatorio-tendencias-primavera-2015.jpg

É necessário cuidado e atenção na hora de interpretar os dados. O material evidencia que são grandes tendências a saia tule, a calça jogger e a saia midi. Então, é possível apostar e produzir peças destes modelos e esperar vender? Não é bem assim. É preciso entender primeiramente a razão que leva o usuário a buscar por estas palavras para saber o que ele espera encontrar como resultado em cada uma delas. Por exemplo, não é somente porque a busca por saias de tule cresceram 34% no último ano, que as mulheres estão pensando em efetivamente comprá-las. Na realidade, o qeu acontece bastante, é que muitas pensam em costurá-las por conta própria, informação esta identificada ao analisar os dados de forma ampla, quando “saia tule” aparece em buscas da Google junto a palavras “DIY”, por exemplo – que significa “faça você mesmo”, do inglês “do it yourself”.

Ainda sobre a saia, será que vale à pena, então, criar um modelo de tule na sua coleção? Essa é uma decisão que passa pela equipe de estilo e pelo planejamento estratégico da marca, que devem considerar outros fatores para decidir se é viável ou não. Os resultados apontados pela Google são certeiros, mas nem por isso eles devem deixar de ser interpretados e adaptados à realidade de cada marca, público-alvo, coleção e até estação.

Sobre tendências de moda, você sabe quais são os três movimentos de difusão? Esta informação pode ser interessante para uma pesquisa e análise de novos produtos, confira:

Trickle Down (Gotejamento): é o movimento de tendências que ocorre quando marcas de luxo lançam estilos, ou seja, famosas celebridades compram peças das coleções e, ao vesti-las, ajudam a disseminá-las, fazendo cair no gosto dos consumidores em massa. É a forma mais antiga de difusão, que ocorreu por muito tempo durante o século XX.

Bubble up (Evaporação): ocorre quando um comportamento das ruas sobe para as diferentes classes socioeconômicas até chegar a todos. Um bom exemplo são As Havaianas, que foram usadas pela base da pirâmide, fizeram uma escalada social e foram parar nos pés de celebridades do mundo todo.

Trickle Across (Fluxo Horizontal): é quando a tendência se dissipa entre grupos de diferentes classes, paralelamente. Rapidamente, ao mesmo tempo em que está em boutiques, está também em lojas de departamento.

Confira a imagem abaixo:

1+difusão+moda+tendencias.png

Modelo de difusão de tendências de moda Fonte: http://tab.uol.com.br/tendencias

Gostou desta informação? Nós da Braffix estamos sempre em busca de novidades e inovações no mercado têxtil. Tem alguma dúvida, sugestão ou solicitação? Entre em contato conosco!

< Voltar

Leia Também